Visto Americano: taxa de emissão vai ficar mais cara em 2023

visto americano

Visto Americano vai ficar mais caro em 2023, taxa de emissão do visto de turismo (B1/B2) terá reajuste de 15,6%.

Os Estados Unidos é um dos países mais procurados pelo mundo inteiro, seja para turismo, sua forte influência política ou cultural.

Para Brasileiros que desejam visitar o país para turismo ou pequenas convenções e eventos, existe a possibilidade de solicitação de dois tipos de visto: o B1 ou B2 (negócios/turismo) que, se aprovados, permitem a permanência no país por até 6 meses – desde que seus titulares não exerçam atividade remunerada no país, ou seja, não podem trabalhar para empresas americanas.

Até então, as taxas consulares para solicitar a emissão do visto (e ser considerado para aprovação) era de US$ 160 (cento e sessenta dólares), porém, após uma longa série de discussões para um possível reajuste – que chegou a ser cogitado em 24,5%, foi confirmado que o valor passará a ser de US$ 185, ou seja, 15,6% a mais do que o valor atual – detalhes podem ser conferidos aqui.

A nova taxa consular para solicitar o visto B1/B2 – que na cotação de hoje gira em torno de R$945, passará a valer a partir do dia 30 de maio. Ou seja, se você ainda não solicitou o seu visto americano, esse pode ser um bom momento para aproveitar o valor vigente antes do aumento.

Segundo notícias, o valor do reajuste acabou menor do que o previsto por conta do estudo do impacto sócio-econômico que o mesmo teria, especialmente quando repassado via outros tipos de visto, pois esse aumento também afetará outras modalidades como a do visto para estudantes.

Quem precisa do visto americano?

Todo brasileiro (desconsiderando qualquer outra cidadania) precisa solicitar o visto antes de embarcar para os Estados Unidos, isso vale até mesmo para os casos em que a aterrissagem no país vai ser apenas para uma conexão.

A verdade é que salvo a burocracia para ter o visto aprovado, o formato brasileiro ainda é bastante vantajoso, já que permite a permanência por até 6 meses para turismo.

Nós, da Nomadicos, não recomendamos que o tempo de permanência seja propositalmente estendido sem que haja um motivo plausível para isso e que suas devidas burocracias estejam em ação (como extensão ou a troca da modalidade do visto para o de trabalho com um sponsor: empresa que paga para contratar funcionários de fora do país), por exemplo.

Você sabia? Nenhum outro método de entrada nos Estados Unidos para brasileiro é LEGAL ou recomendado por nós, busque sempre viajar com a LEI ao seu lado.

Quanto tempo demora para tirar o visto americano?

Antes de tudo, é importante entender que a nova taxa para emissão do visto de negócios ou turismo americano só vai passar a valer no fim do mês de maio de 2023, se nada surgir ao longo do caminho.

Em relação ao processo de emissão do visto em si, tudo vai depender de alguns fatores, como idas e vindas até o local para realizar o processo e a fila de espera. Sim, desde a pandemia muitas pessoas entraram em uma fila para conseguir uma vaga com os entrevistadores no consolado americano, que podem aprovar ou reprovar a obtenção do visto.

Isso faz com que o prazo para retirada do documento aumente em até 1 ano e meio, com possibilidade de adiantamento no processo de entrevistas caso alguém desista.

Inicie o seu processo o quanto antes

Agora que você já sabe sobre o aumento na taxa de emissão de visto americano, assim como também a possível demora no processo e também os cenários a considerar, não espere mais para se dar essa oportunidade. Você pode tentar quantas vezes quiser, mas melhor do que isso, é estar bem preparado para a entrevista e passar na primeira tentativa, pois a taxa de solicitação não é reembolsada em caso de recusa.

Preparado? boa viagem!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados

You cannot copy content of this page